quinta-feira, novembro 09, 2006

Um ano de afiando a língua


Há um ano atrás, estava eu a chegar de uma normalíssima quarta-feira de aulas quando de repente pensei: Que tal um blog para rematar o dia?
De facto fi-lo, embarquei na blogoesfera e por cá tenho divagado. Acabei por não rematar apenas esse o dia. Rematei-me a mim. Fiz um lugar meu, um sítio onde me conhecem sem me ver. Coisa estranha. Pessoas que nunca vi e que, muitas delas, nunca verei nem saberei que existiram, passam por cá. Conhecem pedacinhos de mim que se não estivessem aqui estariam apenas dentro de mim, num espaço que nem o mais íntimo conhece. Curiosa estas minha exposição sem corpo. Existo na clandestinidade destas linhas. Mas, jamais sou clandestina de mim mesma. Cada texto é uma pequena parte do meu mundo, no qual me exijo por inteira. Não me aceito numa junção de fragmentos.
Hoje, voltei a ler cada post. Ri-me de alguns, lembrei-me de detalhes de outros. Dos restantes bateu saudade, daquela abundante e miudinha. Muita mesmo. É aqui que faço da minha mente um rabisco. Aos poucos fui arranjando um amante oficial que hoje me conhece como ninguém. Em um ano de paragens por cá, descobri que se há coisa que gosto é de escrever. Fazê-lo sem compromisso nem regras. Escrever só por escrever. Atirar cá para fora o que se amontoa cá dentro, às vezes um lixo pessoal outras vezes um lixo mundial. Este é o meu contentor. Aquele que quero continuar a encher e esvaziar. Enchê-lo com peripécias pessoais ou alheias e depois esvaziá-las nesta caixinha que me faz sentir bem. Existe tanto por dizer que quando penso nisto tudo sinto que quero continuar.
Obrigada a todos que me visitam, e obrigada a cada pedacinho desta casa. Ela conhece-me as teias e eu conheço-lhe os cantos onde, um a um, cada teia assenta.

5 comentários:

ju disse...

Parabenx!!!!! Es a maior axeguir a mim :P bem como ja alguem dixe tu escreves msm bem! lololol

Samuel Gilberto disse...

Parabéns, afiadora por este aniversário. Aproveito para dizer, após uma ligeira libertação do meu ser, que gosto muito. gosto do que escreves, gosto de como escreves, da forma como te rasgas. Eu consumo os teus textos, absorvo-os e medito. fundo. como se na zona fria da chama inapagável estivesse, como se o meu "eu" se virasse do avesso para se expor aos teus textos. consumo-os fundo. bem fundo. gosto muito.

Anônimo disse...

Amiga...

Um ano que passou, e um ano k deixaste a todas as pessoas k lêm o teu Blog, mais ricas!!!!!!!
Sim, porque ler o teu Blog é crescer como pessoa e como ser... Revelas tanta maturidade! Por vezes eu acho k são memso uma terapia da Alma... pois consegues revelar uma maneira diferente e positiva de abordar as questões!!!!
Apenas te peço para continuares assim a nos enriquecer mais um pouco todos os dias....
Beijinho!!!!!!

Dani disse...

Simplesmente... adoro ler-te

continua assim

bj

Anônimo disse...

tu es uma inspiração para o meu mundo e o mundo das baratas e sempre o seras como ja referi estas na area errada e deviar ir para jornalisimo ou escrever um livro lolol Mas gora k tbm ando aki a perder m neste universo tens k dirigir m neste mundo complexo!!! Espero k inda aos 40 anos possa ler os teus pensamentos aqui (sim pk tenho medo de ficar cega!!)