domingo, abril 30, 2006

Menu rotineiro

O cérebro masculino é algo que ainda está nos preliminares.
Os espécimes do sexo oposto, conjecturam-se constantemente acerca de perguntas como: Por que é que as mulheres vão sempre juntas ao W.C… Por que trocam a tasca por uma tarde de compras… Por que teimam em perder uns quilinhos… por que preferem uma ida ao cinema do que uma churrascada etc… etc…
Enfim. Perante tanta falta de perspicácia, as mulheres já se vão habituando às usuais birras. Isto funciona tudo um pouco como a matemática, sem bases não se chega ao topo. É isso que lhes falta: bases. Confundem um claro “não” com o que eles chamam de “fazer-se de difícil”. Meus amigos, até posso compreender que, pronto, não conseguiam alcançar certos ardis do sexo feminino, agora não distinguirem esta diferença, parece-me tão impensável como eu chegar a uma ervanária e me comunicarem: “ Desculpe, mas não temos lecitina de soja”. Quer dizer, não passa pela cabeça de ninguém!
Além disto, nunca lhes pode faltar uma cervejola acompanhada de uns tremoços enquanto assistem a um derby; o desfolhar a Maxmen que representa um verdadeiro elixir; a testosterona que não perdoa quando de uma saia se trata… Enfim, parece que a parte animalesca lhes é literalmente irrefreável. Possivelmente muito por culpa das hormonas, mas também da falta de auto controlo. E, nisso, assemelham-se ao comum dos animais.Gostam muito de teorizar acerca da psicologia feminina, mas o que realmente lhes interessa é o alimento para os olhos…
Já os ouvi confessar que almejavam ter uma espécie de licenciatura em mulheres. Bem quanto a isso, mesmo que conseguissem um diploma, seria tão irrisório que nem se atreveriam a usar a teoria. Sim, porque com as mulheres não há teoria, mas antes a realidade própria de cada uma. E, por favor, nunca a generalizem. Caso contrário, a falácia não passará impune.Em jeito de remate, não tentem perceber por que é que as mulheres fazem determinadas coisas que escapam à explicação masculina. Isto por uma simples razão: nunca chegarão a uma conclusão convincente, pois a psicologia feminina vs masculina é como a água e o azeite, respectivamente, nunca se misturam mas completam-se quando usados em doses certas… O mundo sem água seria inóspito e sem azeite pouco frutuoso.
P.S.: As mulheres vão juntas ao W.C, não para cobiçar um ou outro material. Fazem-no apenas por questões fisiológicas imperiosas.

3 comentários:

mimi disse...

Ta lindo...realmente concordo plenamente contigo...max inda val a pena dixr ixu aox homenx elex xão tipo ox idoxox com alzheimer não vale a pena dixr nada...Mas nka x deve parar d lutar... Bem ja alegrax t o meu dia k xta tão vaxio... adrt pah lolololol max eu nka maix t digo olah por cauxa do post anterior lolol =P

ju disse...

LINDOOO..O melhor d smp...EU AMO-TE confexo...lololol

Dani disse...

Bem quanto a mim é a tua obra prima. Continuas a demonstrar grande qualidade quer na escrita quer na maneira de ver a vida. É assim concordo com quase tudo o que dizes mas quando falas em tascas... epah isso era mais no tempo dos nossos avós e pais... tipo século passado. Não é que a história tenha mudado, mas isso digo eu que não percebo nada do assunto. No século XXI as tascas foram substituídas por discotecas, a bela da imperial pelo shot, e claro os tremoços e amendoins, pelo ecstasy e os speeds. Enfim diria mesmo que o maior degredo dos “gajo” é quando fazem apostas com os amigos para ver quem come mais gajas naquela noite. De resto nem se podem queixar muito dos homens porque para além dos óbvios defeitos, também têm as suas qualidades. Quem paga o primeiro jantar fora? Quem vos atura nas 2horas em que demoram a devorar cada peçinha de roupa na Zara? Quem vos abre a porta do carro?etc... poderia ficar aqui a noite toda, para concluir “psicologia feminina vs masculina... nunca se misturam mas completam-se quando usados em doses certas”

PS: Sempre pensei que vocês fossem à casa-de-banho, para segurarem nas malas umas das outras:s

Beijinhos