quarta-feira, abril 04, 2007

Hã?!

Ditou a votação para o concurso da RTP que, António de Oliveira Salazar, foi o maior português de sempre.
Que tenha sido um grande homem, sem ter sido um homem grande, eu concordo. O que discordo, na integra, é ter sido eleito como o melhor português de sempre. Não é o seu nome que coloco em causa, é o próprio programa que a RTP levou a cabo.
Por que carga de água é que haverá de existir o melhor português?! Não poderá ter sido Salazar equivalente ao D. Afonso Henriques, Pessoa e outros ilustres personagens?!
Os dizeres da bravura dos portugueses não estão, nem de longe nem de perto, concentrados num único homem.
Sem Vasco da Gama não haveria uma nova Índia, sem D. Afonso Henriques um Império, sem Pessoa um Portugal mais além, sem Salazar um país outrora com algum domínio económico. E sem o vasto conjunto de outras pessoas, igualmente importantes, não seríamos uma Nação.
Somos um bocadinho de cada rosto.
Portanto, levá-los a votos, é como comer um bife sem sal.

Um comentário:

atalmijinha disse...

viva os ditadores!!! claro k são os maiores ou ja vist eleições com mais eficacia lolololol